terça-feira, junho 24, 2008

Ando muito distante disso tudo por um motivo muito nobre: minha mãe está passando uns dias aqui comigo. Pois é, todo bruto possue uma mãe e curte - muito de vez em quando - a presença de sua respectiva genitora no seio de seu lar.
Eu estou curtindo horrores a visita da minha. Ela me fez pão-de-queijo, lavou e passou minhas camisas e me ensinou a fazer apfelstrudel. Desnecessário frisar que meu apartamento está um brinco. Mami desencardiu os azulejos, lavou as janelas e organizou minha cozinha. Minhas cuecas recuperaram a cor original e não possuem mais aquelas marcas de gosma peniana. Um luxo radioso de sensações. Em troca eu levo a véia pra cima e pra baixo. Descobri que misturando Prozac com Jack Daniel's eu consigo suportar todos os roteiros para turista mané que existem aqui nesta terra. Fui até mesmo a Bruges sem amaldiçoar a humanidade. Quem já esteve aqui em casa sabe muuuuito bem o que isso significa.

Sobrou um tempinho para deixar essa notinha aqui pois a véia foi passar uns dias em Londres, na casa do meu irmão. Ela tá curtindo horrores por lá.
Semana passada fomos à Luxemburgo, Bruges (aaaaargh!), Walcourt, Bruxelas e arredores. Fomos até a um parque de diversões passar uma tarde deliciosa. Quando ela sair de Londres vamos bandear pela Holanda e depois passaremos um findi em Paris. Coisinha logo ali.

O triste vai ser o vazio que acometerá meu ser no dia quando eu for levá-la para o aeroporto. Vai dar uma bruta saudades desses dias em que eu voltei a ser criança. Eu só não, tenho certeza que meu irmão também lembrará com carinho desses dias.



Aqui, Mami leva eu e meu irmãozinho passear às margens de um rio em Luxemburgo. Só não voltamos a mamar por respeito às muxibas da véia.

12 Comments:

At 7:39 PM, Anonymous Elaine (Xis) said...

Xuxuzinhos da mamãe..que foto mais meiga..linda...adorei mesmo. Bjs

 
At 3:38 PM, Blogger The BLACK JACK ® Rock'n'Roll Band said...

FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE! FOI A BRUGGE!

Eu disse que vc iria. Eu te disse! Eu te disse! Eu te disse!

Na próxima, quero ir de novo para entender nossas fotos etílicas.

Kisses...and justice for all

 
At 10:48 AM, Blogger Joe Bass said...

Sabe que eu ainda não tinha visto Bruges sob essa ótica, digamos, mais sóbria?
Até que é legal. Da próxima vez te levo lá mas lembre-se que antes temos que ir homenagear o Tenent Dan.

 
At 4:03 PM, Blogger The BLACK JACK ® Rock'n'Roll Band said...

Bem lembrado, Amigooooooooo...
Que tal se arrancássemos a lápide do Tenente Dan como souvenir?

 
At 4:42 PM, Anonymous Anônimo said...

Que bunitinho!!!

 
At 4:46 PM, Anonymous Anônimo said...

Que bunitinho!!! Só faltou o uniforme da fanfarra que vc nunca devolveu pra mim...acho até que ainda serve pra você...pelo menos no comprimento...
ps: Como disse o Dudu...Foi pra Bruges..Foi pra Bruges..
Renato "chinchila's hammer" Sacoman

 
At 2:23 PM, Blogger Joe Bass said...

Ô amigão! Todas as ameaças de morte que você recebeu na época do uniforme da fanfarra não serviram pra te fazer esquecer desse incidente?

 
At 2:31 PM, Blogger Dona Lele said...

Achei fofo. Mas, eu já fui na sua casa e não sei a história de Brugge

 
At 8:34 PM, Blogger Joe Bass said...

Ah, Bruges é uma looooooooonga história.
Para ir até lá tem-se que pedi a benção do tenent Dam.

 
At 7:55 PM, Blogger The BLACK JACK ® Rock'n'Roll Band said...

Brinde com o Tenente Dan: www.blackjackfotos.blogger.com.br/Brug01.jpg

Dona Lelê, a história de Brugge é a seguinte: São praticamente inexistentes traços de civilização e actividade humana anteriores à era Pré-Romana Gaulesa na região de Bruges. As primeiras fortificações foram construídas após a conquista do Menappi por Júlio César no séc. I AC, com intuito de protecção da zona costeira contra piratas. Já no séc. IV, a região foi tomada aos romanos pelos Francos e as incursões dos Vikings, por volta do séc. IX, obrigaram a que Baldwin I, Conde da Flandres, reforçasse as antigas fortificações. Foi também nesta época que se fortaleceram as relações comerciais com a Inglaterra e a Escandinávia e surgiram as primeiras moedas gravadas com o nome Bryggia (significa "porto" em neerlandês remoto).

blablabla...

Foi a 27 de Julho de 1128 que Bruges foi elevada a cidade e construiu novas muralhas e canais. Desde cerca 1050, um gradual avanço do lodo em direcção da cidade, provocou a obstrução dos acessos directos com o mar, mas uma violenta tempestade em 1134 restabeleceu-os através da criação de um canal natural (Zwin).

Com o raiar do séc. XII, Bruges foi incluída no circuito comercial Flamengo, sobretudo devido à sua emergente indústria de lã e tecidos. Os principais mercadores da cidade apostaram no desenvolvimento de “colónias económicas” em Inglaterra e na Escócia e os seus contactos trouxeram grão da Normandia e vinhos da Gasconha para a região. Os navios Hanseáticos atracavam diariamente no porto que, face a este crescimento e sobrecarga, teve de ser expandido de Damme até Sluys para acomodar os novos cog-ships. Em 1277, o primeiro barco mercante partiu de Génova e atracou no porto de Bruges, o primeiro da rota mercantil que tornou Bruges a principal conexão com o comércio do mediterrâneo.

blablabla...

Este desenvolvimento permitiu não só a abertura para a rota das especiarias de Levante, mas também a introdução de avançadas técnicas comerciais e financeiras e um fluxo de capital que rapidamente tomou conta das transacções bancárias da cidade. A bolsa de valores abriu em 1309 e desenvolveu-se no mais sofisticado mercado financeiro dos Países Baixos no séc. XIV. Quando as primeiras galés venezianas surgiram, em 1314, já vinham atrasadas. No séc. XV, Filipe O Bom, duque de Burgundy assentou corte em Bruges (bem como em Bruxelas e em Lille) atraindo inúmeros artistas, banqueiros e outras personalidades proeminentes de toda a Europa.

E foi isso aí.

 
At 10:03 PM, Anonymous Anônimo said...

Foi lá que se tem conchecimento de uma das primeiras lojinhas de tecidos do clã Saackomann...

 
At 9:31 PM, Blogger Katchatcha said...

Hahahahahahahaha!
Agora eu entendi porque o Joe odeia ir a Bruges.

 

Postar um comentário

<< Home